Notícias

Expansão das AEEs marca evolução do projeto em 2018

21/02/2019

Expansão das AEEs marca evolução do projeto em 2018

Neste balanço anual, apresentamos dados atualizados da rede de Comunidade de Aprendizagem na América Latina

Encerramos o ano de 2018 com ampliação significativa no número de escolas integrantes da rede de Comunidade de Aprendizagem (CA): são mais de 6 mil instituições educativas engajadas na implementação de ao menos uma Atuação Educativa de Êxito (AEE) do projeto, e outras 411 escolas que passaram pelo processo de Transformação.

O Brasil é o país latino-americano que reúne o maior número de escolas transformadas (92), seguido por Colômbia (75), Argentina (62) e Chile (62), Peru (60), México (46) e Equador (14). A Argentina desponta como país com o maior número de escolas participantes da rede, com 5262 escolas que se transformaram ou desenvolvem alguma AEE.

Número de escolas por país em 2018 (Clique para ver imagem ampliada)

O crescimento da rede é resultado da parceria com governos estaduais e municipais que têm incluído os princípios e atuações de CA como políticas públicas em suas redes de Educação. Neste sentido, destacam-se as províncias argentinas de Salta e Santa Fé, que ampliaram a prática das Tertúlias Literárias para toda a rede de ensino e já somam mais de 5 mil escolas participantes.

A porcentagem de escolas de CA que incorporaram os princípios da Aprendizagem Dialógica em seu Projeto Político Pedagógico subiu de 54%, em junho de 2018, para 64% no final do ano. Formalizar as práticas do projeto nos documentos e planos oficiais é uma forma de assegurar a continuidade das ações bem-sucedidas diantes das mudanças na gestão.

Em relação às AEEs, a Tertúlia Dialógica segue sendo a atividade mais popular, realizada por 95% das escolas transformadas. Na sequência, estão o Grupo Interativo (80%), a Comissão Mista (74%) e a Formação Pedagógica Dialógica (72%). Ao menos 55% das escolas que passaram pelo processo de Transformação realizam quatro ou mais AEEs.

 

Rede de apoio

Na América Latina, o trabalho de implementação e acompanhamento das Comunidades de Aprendizagem é realizado em parceria com governos, universidades e organizações sociais. Atualmente, a rede de apoio do projeto abrange 50 governos, 22 organizações, 21 universidades e 208 formadores certificados atuantes.

A implementação conta com o curso de Educação a Distância do Instituto Natura como recurso formativo disponível para professores ou gestores interessados em desenvolver a proposta em suas escolas. Organizado em 8 módulos de 4 horas cada, o EAD apresenta as bases teóricas do projeto e orientações prática de como implementar. Mais de 6 mil pessoas concluíram o curso.

+ Saiba como participar do projeto

Acesse aqui o infográfico com os dados de 2018 aqui. Confira também os dados atualizados da rede de CA no Brasil.

 

Deixe seu comentário