Logotipo Comunidade de Aprendizagem Logotipo Instituto Natura

Você sabe o que é uma Comunidade de Aprendizagem?

Assista ao vídeo e descubra Já conheço e desejo continuar

Você sabe o que é uma Comunidade de Aprendizagem?

Já conheço e desejo continuar Quero fazer parte
Ir para o conteúdo principal

Notícias

31/05/2014

Eventos 2014

Conheça os palestrantes do IV Encontro Internacional de Comunidade de Aprendizagem

Durante a semana de 2 a 6 de junho, serão realizados nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo, Fortaleza e Rio o janeiro o IV Encontro Internacional de Comunidade de Aprendizagem

Conheça os palestrantes do IV Encontro Internacional de Comunidade de Aprendizagem

Os Encontro terão como objetivo discutir e refletir sobre a melhoria da qualidade da educação na perspectiva da universidade, escola, dos governos e das redes de formação.

Os eventos contarão com palestras e oficinas com educadores e profissionais dos governos e de universidades envolvidos em Comunidades de Aprendizagem do Brasil e da Espanha.

Conheça um pouco quem são os palestrantes:

 

Blás Segovia

Coordenador da Sala de Melhora Educativa da Universidade de Córdoba (AME- ES) e coeditor do Multidisciplinary Journal of Education Research (REMIE). Dá aulas no curso de graduação de Pedagogia e de  mestrado em Educação Inclusiva e de Formação de Professores de Educação Secundária (Ensino Médio). Suas abordagens seguem as seguintes linhas de investigação: Educação Mediática, Narrativas Verbo-icônicas, Educação Inclusiva e Comunidades de Aprendizagem.

Carla Aida Duarte de Oliveira

Licenciada em  Matemática pela UERJ e pós graduada em Docência do Ensino Superior  pela Universidade Veiga de Almeida, do Rio de Janeiro. Foi professora da Rede Municipal de Educação desde 1996,  e na EM Epitácio Pessoa, desde 1999. Atualmente atua como coordenadora pedagógica (desde 2005) e diretora adjunta na EM Epitácio Pessoa (desde 2014).

Cleuza Rodrigues Repulho

Graduada em Pedagogia e mestre em Educação, Cleuza Rodrigues Repulho é presidenta da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), entidade que representa os 5.565 secretários municipais de educação. É também secretária municipal de educação de São Bernardo do Campo (SP).

Elisabete Regina Monteiro

Formada em Pedagogia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Mestre em Educação pela Universidade do Quebec. Atualmente é coordenadora Pedagógica Territorial do ICEP (Instituto Chapada de Educação e Pesquisa) e professora na Universidade do Estado da Bahia - UNEB 

Esther Roca Campos

Diplomada em Pedagogia e especializada em Psicopedagogia. Trabalhou como professora de educação especial e educação fundamental, e foi assessora de educação inclusiva no Centro de Formação, Inovação e Recursos Educativos (CEFIRE) de Valência. Atualmente é coordenadora na divisão de Escola Inclusiva na Secretaria de Educação da Comunidade Valenciana. Desde 2010 trabalha na rede de Comunidades de Aprendizagem, coordenando numerosas formações, sensibilizações em escolas muito diversas, bem como um itinerário formativo em Escolas Inclusivas com base nas Atuações Educativas de Êxito, e um curso de Formador de formadores sobre Comunidades de Aprendizagem. Atualmente coordena a equipe de formadores em Comunidades de Aprendizagem em Valência, além de dirigir um seminário sobre Atuações Educativas de Êxito, referência na formação de Comunidades de Aprendizagem.

Fernanda Pinho

Psicóloga e Mestre em Educação pela PUC-SP. Com experiência em formação de educadores, professores e gestores de rede pública e privada, atuou e atua em programas de formação em prefeituras e diferentes instituições. Atualmente, faz parte da equipe do projeto Comunidade de Aprendizagem do Instituto Natura e é coordenadora de projetos da Escola de Educadores que, em parceria com a FLUPP, realiza a formação de profissionais da educação em municípios do Vale do Paraíba.

Giovana Zen

Formação em Pedagogia e Psicopedagogia, com Mestrado e Doutorado em Educação. Experiência com Formação de Professores e Coordenadores Pedagógicos da Educação Infantil e das Séries Iniciais, na modalidade inicial e continuada, com ênfase nas práticas pedagógicas de Alfabetização. Atualmente é Diretora Pedagógica do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa e se responsabiliza pela composição e monitoramento de Territórios Colaborativos de Educação, através da implementação de ações estratégicas de Formação Continuada, Gestão da Aprendizagem e Mobilização Política.

Heloisa Mesquita

Eespecializada em gestão de projetos voltados para novas Tecnologias Educacionais para Ensino Fundamental, Médio e Superior, de Formação de Professores e Análise de Indicadores de Desempenho. Também participou do desenvolvimento de Planos Diretores, Projetos Arquitetônicos e Executivos, bem como da gestão de Projetos Estratégicos para o Desenvolvimento Social que promovem a integração entre escolas, famílias, instituições e agentes locais para a criação e articulação de oportunidades formativas. Foi gerente de Programas Estratégicos da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Jurany Maria Miguel
Licenciada e bacharel em Matemática pela UFRJ. É professora da Rede Municipal de Educação desde 1993. Atuou como regente de turma na rede privada, nas disciplinas  Matemática, Física, Estatística e Desenho Geométrico de 1985 até 1995. Assumiu a função de coordenador pedagógico em 1998 , atuando desde então nesta função. Coordenou as Escolas Municipais: Goiás , Pernambuco e desde 2006, coordena  o GEC Bolívar.

Marly Cardoso

Licenciada em Geografia pela UFF, desde 1982. Professora da Rede Municipal do Rio de Janeiro, desde 1977. Atuando na E.M.02.09.020, desde 1992. Foi diretora adjunta de 1992 a 2004 e, a partir de 2004, tornou-se diretora da unidade escolar, cargo que vem exercendo, até a presente data.

Maria do Pilar Lacerda

Graduada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais e especializada em Gestão de sistemas Educacionais/PUC-MG. Foi professora de História em escolas privadas e públicas de 1976 a 2001, diretora do Centro de formação de professores da Prefeitura da Cidade de Belo Horizonte, secretária municipal de Educação de Belo Horizonte de 2002 a 2007,  presidente Nacional da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação  (Undime) de 2005 a 2007 e secretária nacional de Educação Básica do Ministério da Educação de 2007 a 2012. Atualmente é Diretora da Fundação SM/Brasil.

María Luisa Jaussi

É coordenadora  da rede de escolas que são Comunidades de Aprendizagem do País Basco, integrando o Departamento de Educação do Governo Basco (Espanha). Formada em Psicologia e em Pedagogia, trabalhou como professora especialista em Pedagogia Terapêutica, e foi técnica do programa de Adaptação Social no Instituto de Desenvolvimento Curricular do Governo Basco e no Instituto Vasco de Avaliação e Pesquisa. Participou ativamente da rede de Comunidades de Aprendizagem do País Basco, desde seu início, realizando formações nas escolas pertencentes a esta rede, bem como  coordenando esta mesma rede desde 2003. Apresentou seus trabalhos em  Congressos e Encontros de Educação e é autora de distintas publicações referentes à Aprendizagem Dialógica e às Comunidades de Aprendizagem.

Marta Soler

Doutora pela Universidade de Harvard e professora de Sociologia da universidade de Barcelona. Atualmente é diretora do CREA, Centro de Investigação em Teorias e Práticas de Superação de Desigualdades da mesma universidade. É coordenadora do Grupo de Investigação Consolidado em Gênero, identidade e Sociedade, reconhecido pelo governo da Catalunha.  Dirigiu vários projetos dentro do Plano Nacional I+D+I: Impacto  dos atos comunicativos na construção de novas masculinidades (2008-2011); Atos comunicativos e desigualdades sociais nas relações de gênero. (2006-2008); Leitura dialógica e igualdade de género nas  interações da aula. (2003-2005). Foi membro do projeto integrado de investigação INCLUD-ED, Strategies for inclusion and social cohesion in Europe from Education (FP6. Comissão Europeia, 2006-2011). Entre suas publicações destacam seu livro com John Searle “Lenguaje y Ciencias Sociales”,  assim como artigos em revistas da JCR como “Reading Research Quaterly”, “Signos” e “British Journal of Sociology of Education”. 

Ramón Flecha

Catedrático de Sociologia de la Universidade de Barcelona, e também  Doutor Honoris Causa pela West University of Timişoara (Rumanía). É um reconhecido investigador em ciências sociais na Europa. Seu trabalho tem contribuído nos âmbitos da sociologia, da pedagogia crítica e nos estúdios culturais. Ao largo de sua carreira, Ramón Flecha realizou conferencias por todo o mundo, em universidades como Harvard, Columbia, EHESS, Aechen, Glasgow, Porto Alegre, Seoul y UNAM. Seu livro “Compartiendo Palabras” (publicado na Espanha, Estados Unidos y China) desenvolveu a teoria y a prática da Aprendizagem Dialógica, que embasam o projeto de Comunidades de Aprendizagem. Destacam sus publicações em coautoria com Paulo Freire ou Alain Touraine, entre outros autores, assim como suas contribuições para revistas como Harvard Educational Review ou Cambridge Journal of Education. Ramón Flecha foi o Diretor do projeto de investigação INCLUD-ED: Strategies for Inclusion and Social Cohesion from Education in Europe, o único projeto em ciências sociais selecionado entre as dez investigações destacadas dos Programas Marco de Investigação da União Europeia por seu impacto científico e social. Atualmente, Ramón Flecha dirige o projeto IMPACT-EV: Evaluating the impact and outcomes of European SSH research, do 7º Programa Marco.

Rocío García Carrión

Pesquisadora de Pós-Doutorado na Faculdade de Educação de Cambridge. Foi também integrante do CREA (Centro de Investigação em Teorias e Práticas de Superação de Desigualdades), um dos centros de pesquisa interdisciplinares mais reconhecidos em Ciências Sociais na Europa nos últimos 8 anos. Seus interesses de pesquisa incluem as escolas como comunidades de aprendizagem, aprendizagem dialógica e interação em sala de aula, epistemologias pessoais das crianças e métodos de investigação. Ganhou  sua experiência de pesquisa no CREA trabalhando em vários projetos de escala nacional financiados pela Comissão Europeia e pelo Governo espanhol. O mais relevante foi o projeto INCLUD-ED, dirigido por Ramón Flecha .

Roseli Rodrigues de Mello

Professora do quadro docente efetivo da Universidade Federal de São Carlos, desde 1992. Ocupa atualmente o cargo de Professora Associada Nível 4, junto ao Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas. Atua na Licenciatura em Pedagogia, na Didática Geral das outras Licenciaturas, e na Pós-Graduação em Educação (orienta mestrado e doutorado). Fundou o Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE), em 2002, e está à frente de sua coordenação. A ênfase de seu trabalho acadêmico está na linha de Ensino e Aprendizagem, dedicando-se às seguintes temáticas: aprendizagem dialógica, comunidades de aprendizagem, educação de adultos, democratização do conhecimento escolar e tertúlia literária dialógica. Compôs o Comitê de Acompanhamento da Pós-Graduação em Educação da Capes, no triênio 2007-2009, e compõe o comitê no triênio 2010-2012. Sua formação em Pedagogia (1987), no mestrado (1991) e no doutorado em Educação (1998), foi realizada na Universidade Federal de São Carlos. Desenvolveu pós-doutorado em Sociologia e Educação junto ao Centro de Investigação em Teorias e Práticas de Superação de Desigualdades (CREA), da Universidade de Barcelona (2001-2002), o qual integra como pesquisadora. É bolsista produtividade CNPq.

 

 

No fim de maio cursos a distância! Fique de olho!