Notícias

Documento reúne estratégias para apoiar a implementação de Comunidade de Aprendizagem

16/04/2018

Documento reúne estratégias para apoiar a implementação de Comunidade de Aprendizagem

Material lista dezenas de ações e encaminhamentos importantes para implementação, formalização e fortalecimento das práticas de CA nas escolas e municípios que fazem parte da rede

Em outubro de 2017, formadores de 28 municípios brasileiros e de seis países latino-americanos reuniram-se no VII Encontro Internacional de Comunidade de Aprendizagem, em São Paulo, para trocar experiências e aprofundar as estratégias de CA desenvolvidas nos mais variados contextos. As práticas e ideias compartilhadas pelos participantes durante os grupos de trabalho foram sistematizadas em um documento coletivo.

“Os participantes se dividiram em grupos e foram convidados a pensar ações que não estavam diretamente relacionadas às orientações do Instituto Natura para implementação de CA, mas que eles foram descobrindo no dia a dia, no cotidiano escolar, e que foram fazendo sentido na prática”, explica Priscila Collet, formadora do Instituto Natura.

O documento indica 26 ações norteadoras, os atores responsáveis por cada uma e alguns encaminhamentos possíveis nas áreas de:

  • formação;
  • educação a distância;
  • aquisição de livros;
  • participação de voluntários;
  • práticas de CA na escola;
  • expansão das atuações de CA para além da escola.

Investir na formação constante de todos os atores envolvidos no processo – professores, gestores, funcionários, estagiários, familiares – promover iniciativas de autoformação e diversificar as estratégias para mobilização de voluntários nas escolas são alguns dos desafios levantados pelos formadores.

Na área de formação, por exemplo, uma das ações sugeridas é a inclusão da Formação Pedagógica Dialógica como estratégia formativa nos Horários de Trabalho Pedagógico Coletivos (HTPCs). Há também sugestões de encaminhamentos e ações para resolução de necessidades mais práticas, como a aquisição de livros para garantir a realização das Tertúlias.

Para saber mais sobre Formação Pedagógica Dialógica leia a reportagem

Cerca de 900 escolas formam, hoje, a rede latino-americana de Comunidade de Aprendizagem. Além do Brasil, que teve suas primeiras escolas transformadas em 2013, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e, mais recentemente, o Equador integram a rede. Ao organizar as contribuições dos participantes, o documento busca responder à diversidade de desafios encontrados pelos educadores nas diferentes realidades locais.

O documento está disponível na biblioteca do portal e permanece aberto para novas contribuições por meio deste formulário. “Estas foram algumas ideias construídas e levantadas pelos participantes do Encontro Internacional, mas que a gente sabe que muitas outras pessoas têm construído estratégias incríveis, ideias que fazem toda a diferença para a prática e implementação de Comunidade de Aprendizagem, e é fundamental que possam compartilhar com a gente e que a gente possa divulgar para toda a rede”, finaliza Collet.

As novas sugestões enviadas serão avaliadas pela equipe de formadores do Instituto Natura e poderão ser incorporadas ao arquivo original.

Se interessou pelo material? Acesse aqui e boa leitura!

Deixe seu comentário